Saiba quais são as 7 coisas mais importantes que deve ter em conta, antes de começar aprocurar uma nova casa.

Saiba quais são as 7 coisas mais importantes que deve ter em conta, antes de começar aprocurar uma nova casa.

 
Saber bem o que precisa e até onde é que pode ir, é o princípio de tudo. É a partir deste ponto, que irá balizar as suas pesquisas e encontrar os imóveis que se enquadram dentro das suas necessidades.
 
Pare durantes alguns instantes, pegue numa caneta e num papel e escreva tudo o que para si faz mais sentido, no que se refere às 7 coisas que serão absolutamente críticas e determinantes no processo de preparação para a procura de uma nova casa.
 
1. Localização – a localização é só a coisa mais importante. Pense bem em todas as vantagens em estar perto do seu local de trabalho, ou estar perto da escola dos miúdos, ou estar pelo da família e amigos. Se para si for mais importante estar longe e mais isolado, será muito bom ter isso bem presente no momento de começar a fazer as suas pesquisas.
 
2. Tipo de imóvel – esta talvez seja a decisão mais fácil para si. Moradia, apartamento, terreno para construção … tudo depende da sua fase de vida, do seu agregado familiar e da sua disponibilidade financeira. 
 
3. Tipologia – Além do número de quartos que irá necessitar para si e para a sua família, veja também se precisa de um escritório ou de um quarto de brincadeiras para as crianças. Talvez ter um sótão seja mesmo o ideal para si.
 
4. O que não abdica ter na sua nova casa – faça uma lista das características que não pode mesmo abdicar de ter na sua nova casa. Tenha em atenção que eleger mais do que três ou quatro pontos irá dificultar o processo e poderá trazer-lhe muita frustração no momento de decidir, dado que muitas vezes, as coisas são tantas que se torna quase impossível encontrar um que reúna todos os seus requisitos. Por isso, seja objectivo e desligue o “complicómetro”.
 
5. Qual o valor de compra máximo que consegue suportar - Este é também um dos aspectos mais importantes. Antes de mais nada, faça as suas contas e seja verdadeiro para consigo. Garanta que tem capacidade financeira para fazer a compra e não arrisque demasiado. Fale com o seu banco ou consulte um intermediário de crédito que o poderá ajudar a calcular o valor máximo até onde poderá ir em termos de preço.
 
6. Reserve um valor para o pagamento dos impostos – Comprar casa implica o pagamento do IMT e de Imposto de Selo, que dependendo do valor da compra, poderá ser maior ou menor. Assim que tiver já definido o valor máximo de compra, faça uma simulação do valor que terá de pagar em impostos. A esse valor, acrescente ainda um outro para o pagamento da escritura.
 
7. Meio de pagamento: pronto ou crédito – Mesmo que no seu caso tenha capacidade financeira para comprar a sua casa sem recorrer a crédito bancário, veja se terá mesmo interesse para si descapitalizar um valor tão elevado, ou se fará algum sentido recorrer à banca. Esta será uma boa forma de manter uma reserva financeira, assegurando uma prestação baixa, que eventualmente não seja prejudicial para si.
 
Depois de ter estes 7 aspectos bem definidos, está em condições de iniciar o processo de pesquisa e de visitas.
Poderá optar por recorrer a um mediador imobiliário, que o poderá ajudar na selecção dos imóveis que melhor se enquadram no seu perfil, poupando-lhe muitas horas de prospecção e de agendamento de visitas, garantindo que todos os passos do processo de compra e venda são dados de forma segura. Não se esqueça, que poderá beneficiar de todo este serviço, sem custos adicionais para si.
Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência de usuário. Ao usar o site, você confirma que aceita o uso de cookies de acordo com nossa política de privacidade.   Saiba mais